domingo, 21 de novembro de 2010

A surpresa

Sempre houve
Nunca desconfiei
Sempre lá
Esperando para me levar

Não sei o que quer
Na verdade, não sei o que quero
Só desejo fazer do jeito certo
Do jeito esperto

Seu desejo no olhar
Vai gostar, não posso negar
Peço pra que não se apegue
Nada que é bom vive comigo

é desgastante de imaginar
Eu e você a sós
Confuso de aceitar
Mas é o meu lado ruim que vai desejar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário