quinta-feira, 15 de julho de 2010


E ruas se calam
Sob a escuridão do vacuo
Disparos se ouve no teto
Logo restará apenas a ciranda de uma vitória triunfal.
Mais uma vez não ganhou sem destruir
Mas até quando vai durar
Essa guerra que já se sabe quem irá ganhar

Nenhum comentário:

Postar um comentário